terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Boas Festas e um pedido de desculpas...

Já vai algum tempo desde o último post, mas têm sido semanas complicadas de trabalho que fizeram com que deixasse o cantinho de parte.
Mas estou de volta! A partir de amanhã começam a sair novas receitas.
Aproveito agora para vos deixar umas imagens da minha mesa de Natal.

 

 
Boas Festas!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Maionese de coentros

Bem sei que não devemos abusar de molhos, mas de vez em quando também não faz mal ;) E se formos nós a preparar os nossos molhos, livres de todos os aditivos e conservantes dos de supermercado, melhor ainda!
Esta maionese é bem aromática e óptima para acompanhar uma salada ou simplesmente com uma belíssima carne grelhada e temperada só com sal.

A salada da imagem, é composta por uma mistura de cenoura, couve roxa, pepinos cornichons, maçã granny smith, azeitonas pretas e ovo cozido, todos ralados. No final, esta maionese a envolver.

Preparei-a com o auxílio da Bimby, mas pode ser feita com varinha mágica, sem qualquer problema.

250gr de óleo ou azeite (ou partes iguais de ambos) *
1 ovo inteiro
1 dente de alho
10gr de folhas de coentros
1 pitada de cominhos em pó
1 colher de sopa de sumo de limão

Preparação:
Coloque no copo o ovo, o sal, o alho, os coentros, os cominhos e o sumo de limão. Pique 10seg/vel5. Depois triture 10seg/vel9.
De seguida, com a bimby em funcionamento na Vel5, e sem retirar o copo de medida, vá vertendo em fio o óleo sobre a tampa. Abra a bimby e retifique os temperos.
Pode guardar num frasco esterilizado e conservar no frigorífico.

*se utilizar apenas azeite, opte por um de sabor muito suave

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Iogurte com granola,puré de maçã e fruta desidratada

O pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia, no entanto é aquela em que a maior parte de nós não dá atenção. Ou porque não se tem tempo, ou porque "não consigo comer nada de manhã" ou simplesmente porque não se tem ideias de como variar.
Desta vez trago uma rápida e saudável sugestão em forma de sobremesa matinal. E não propriamente uma receita :)

Numa taça colocar uma base de iogurte (no meu caso utilizei AlproSoja com aroma de baunilha. Pode utilizar grego, natural ou simplesmente queijo quark). Por cima uma colher bem cheia de granola e cobrir novamente com iogurte. Adicionar puré de maçã a gosto, polvilhar com canela e finalizar com fruta desidratada*. 
Para fazer o puré de maçã, basta colocar a fruta partida em pedaços num tachinho, colocar um fiozinho de água e deixar cozinhar em lume brando mexendo ocasionalmente, até a fruta ficar com a consistência de puré. Pode adoçar com um pouco de açúcar.


*Esta fruta desidratada é uma das novidades dos Cabazes Biológicos Vale da Marquesa. Esta semana decidi encomendar um saquinho e já desapareceu quase tudo pois é um snack bem crocante e guloso. Mas o melhor de tudo, é saudável!

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Beringela recheada

Beringela é daqueles legumes que fascina pela sua cor. A primeira coisa que ela nos pede, é que seja recheada! Carne picada é sempre uma boa opção. Não só pela bonita apresentação mas pelo seu sabor aconchegante. Há mil e uma maneira de fazer o preparado para o recheio. Esta é uma das mais simples, mas nem por isso menos deliciosa.
Quando elas são biológicas, melhor ainda! Estas vêm com o meu cabaz semanal do Vale da Marquesa (se ainda não são clientes não sabem o que estão a perder! Espreitem no facebook)

1 beringela
150gr de carne picada
1 cebola pequena
1 dente de alho
1 tomate maduro ou polpa de tomate
1 pé de salsa picada
queijo ralado
azeite q.b.
sal e pimenta preta q.b.
pimentão doce fumado q.b.

Preparação:
Corte a beringela ao meio, polvilhe com sal grosso e coloque num prato virada para baixo durante pelo menos 30 minutos. Isto permite retirar a humidade da beringela e também um pouco do seu eventual sabor amargo. 
Pré-aqueça o forno a 160ºC.
Findo esse tempo, lave a beringela e seque bem. Retire a polpa cuidadosamente com uma colher e pique-a em pequenos pedaços. Saltear esses pedaços em azeite e quando estiverem moles, retirar para um prato com papel absorvente para escorrer a gordura. Reservar.
Refogar a cebola picada com o dente de alho e o azeite. Quando a cebola estiver translúcida, colocar a carne e deixar alourar. Adicionar o tomate e os temperos e deixar cozinhar em lume brando. No final, polvilhar com salsa picada e envolver.
Rechear as beringelas com o preparado, polvilhar com queijo ralado e levar ao forno até derreter o queijo.
Servir acompanhado de arroz branco ou de uma salada.
Bom apetite!

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Cogumelos Pleurothus salteados

Não é novidade nenhuma que adoro cogumelos. Estes pleurothus do Cabaz Vale da Marquesa continuam a fazer as delícias cá de casa.
Desta vez um simples salteado que acompanhou uns folhados de pato. Mas também resulta muito bem se for servido como petisco.
Aqui vai a receita...

2 ou 3 dentes de alho picados
Azeite q.b.
250gr de cogumelos pleurothus
2 colheres de sopa de vinho branco
1 colher de sopa de molho de soja
1 ramo de salsa
Sal
Pimenta preta moída

Preparação:
Rasgue os cogumelos em pedaços grandes e reserve.
Pique os alhos e salteie em azeite. Adicione os cogumelos e tape a frigideira até estes murcharem. 
De seguida adicione o vinho branco. Quando evaporar, tempere com sal, pimenta e molho de soja e deixe cozinhar em lume médio. 
No final, polvilhe generosamente com salsa picada, envolva e deixe repousar 1 minuto com o lume já apagado. Pode servir.


segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Asinhas de frango caramelizadas

Adoro petiscos! Adoro juntar amigos e partilhar bons momentos à volta da mesa sem limites de horas ou temas de conversa. A partilha de histórias e gargalhadas, a partilha de bons cozinhados, a partilha de boa bebida, ... Aquele aconchego bom da amizade!
Estas asinhas de frango, para além de pecaminosas, são bem gulosas e para quem não tem medo de sujar as mãos. Experimentem tirar apenas uma para ver se resistem :P
Este molho resulta igualmente bem se quiserem fazer umas perninhas de frango no forno e servir como prato principal. A única coisa que varia é o tempo de confecção.

Asinhas de frango q.b
120gr de ketchup
30gr de açúcar mascavado
2 colheres de sopa de mel
sumo de 1 lima
4 dentes de alho
Sal q.b.

Preparação:
Ligue o forno a 200ºC.
Temperar as asinhas de frango com sal e levar ao forno sobre uma grelha.
Enquanto isso prepare o molho. Pique o alho e misture depois os restantes ingredientes. Leve uns segundos ao microondas e mexa de forma a derreter o açúcar.
Quando as asinhas estiverem quase cozinhadas, pincele-as de forma generosa com o molho e leve ao forno mais uns minutos. Vá pincelando várias vezes até as asinhas ficarem cozinhadas e o molho com um aspecto caramelizado.
Servir e lambuzar ;)

Nota: Para quem tiver Actifry pode colocar as asinhas de frango com sal na cuba e deixar uns 10 minutos. Depois juntar o molho e deixar cozinhar até ficar bem caramelizado.

sábado, 26 de novembro de 2016

Panacotta de côco com molho de manga

Como a vida também é feita de momentos doces por isso vamos lá à primeira sobremesa deste blog! Uma sobremesa bem rápida de se fazer e deliciosa.


1 lata de leite de côco (400 ml)
200 ml de natas
75 gr de açúcar
3 folhas de gelatina
1 pé de lemon grass (erva-príncipe)*
3 folhas de lima keffir (ou casca de lima)*
Polpa de manga triturada (Ou pode fazer batota e comprar uma latinha de polpa de manga ;-) )

Preparação:
Demolhar a gelatina em água fria.
Num tachinho colocar as natas, o leite de côco, o açúcar, o lemon grass e as folhas de lima. Deixar ferver. Retirar do lume.
Escorrer a gelatina e adicionar à mistura anterior. Misturar bem, colocar em tacinhas individuais e colocar no frigorífico para solidificar.
No momento de servir, regar com polpa de manga e já está!
Delicie-se!


* Compro estes ingredientes no supermercado chinês no Martim Moniz. 
   No entanto, tenho uns pés de erva-príncipe em vaso (nesta receita usamos o caule bolboso que tem      um sabor cítrico).
   As folhas de lima também se vendem no Martim Moniz e são incrivelmente aromáticas! Mas nem      todas as pessoas têm acesso e a substituição mais semelhante é colocar uma casquinha de lima que      liga sempre bem com o côco.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Feijoada de Cogumelos Pleurothus

Hoje foi dia de Cabaz Vale da Marquesa e podem comprovar pelas imagens a diferença do meu frigorífico terça-feira à noite e quarta-feira de manhã. Bem mais composto han? ;) 
Não resisti aos Cogumelos Pleurothus e trouxe uma caixa bem aviada. Logo no caminho para casa, decidi que metade deles teriam como destino uma bela feijoada (receita adaptada de um dos livros da Gabriela Oliveira que tanto gosto). Com este frio é mesmo uma comida de conforto. E que bem soube ;) Vamos lá:

3 chávenas de feijão branco ou feijão encarnado cozido
250gr de cogumelos pleurothus
1/2 couve coração
1 cenoura
1 cebola
2 dentes de alho
1 tomate maduro
1 folha de louro
1/2 chávena de vinho branco
1 chávena do caldo de cozer o feijão (ou 1 chávena de água caso o feijão seja de conserva)
pimentão doce q.b.
pimenta preta q.b.
cominhos q.b.
piri-piri q.b. (opcional)
sal q.b.
azeite q.b.

Preparação:
Picar a cebola e os alhos e refogar num pouco de azeite. Quando a cebola estiver translúcida, juntar a cenoura partida em rodelas, o tomate picado, a folha de louro e o vinho branco. Deixar cozinhar.
Adicionar a couve cortada em pedaços grandes e os cogumelos (costumo rasgar em pedaços grandes). Cozinhar até ficar tenro.
Adicionar o feijão e a água. Temperar com sal, pimenta preta, cominhos, pimentão doce (costumo colocar também uma pitada de pimentão doce fumado) e piri-piri. Cozinhar mais alguns minutos para os sabores se fundirem.
É só servir e apreciar com um bom copo de vinho. 



Bom Apetite! :) 

domingo, 20 de novembro de 2016

Legumes salteados com tofu e crosta de broa, coentros e alho

Aproveitando uma vez mais os legumes do Cabaz Biológico Vale da Marquesa , vamos la complementar a semana com mais uma refeição vegetariana que eu tanto gosto.
De ingredientes simples, mas com um expoente de sabor!




1 cebola média fatiada
1 dente de alho picado
Azeite q.b.
1 cenoura media ou 2 pequenas
1 courgette
1 alho francês
1 embalagem de 250gr de tofu
Curcuma
Pimenta preta
Shoyu (molho de soja)
Sementes variadas (abóbora, sésamo, girassol,...)
1/4 de broa
1 raminho de coentros
2 dentes de alho (para a cobertura)

Preparação da cobertura
Triturar a broa juntamente com os alhos e coentros. Reservar.

Preparação 
Coloque numa frigideira larga a cebola e o alho a alourar num pouco de azeite. De seguida junte o alho francês cortado em rodelas finas, a cenoura e a courgette raladas (usei um espiralizador para fazer esparguete). Tempere com curcuma e pimenta preta e cozinhe até amolecer.
Juntar o molho de soja, as sementes e o tofu esfarelado. Envolver tudo e retificar temperos. Cozinhar mais 5 minutos.
Colocar num tabuleiro de forno e colocar a cobertura de broa. Regar com um fio de azeite e levar a forno pré aquecido até tostar a gosto.



Bom apetite!

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Seitan com cogumelos Shitake

Tenho o privilégio de adquirir cogumelos shitake biológicos e frescos. Acreditem que a diferença no sabor é incrível! São uns cogumelos carnudos e de sabor intenso. Adoro! Tudo isto graças à fantástica variedade de produtos que consigo com o Cabaz do Vale da Marquesa (espreitem a sua página do facebook aqui: https://www.facebook.com/ValedaMarquesa.bio/?fref=ts )
Segue agora a receita que aconchega e sacia nestes dias mais frescos.



1 embalagem pequena de seitan
Cogumelos shitake a gosto (usei 200gr)
1 cm de gengibre ralado
Curcuma (ou açafrão das Índias) a gosto*
Pimenta preta moída na hora a gosto *
Shoyu (molho de soja) q.b.
1 cebola pequena picada
Azeite q.b.
1 embalagem de "natas" de arroz (quem quiser pode utilizar natas normais ou de soja)
2 colheres de sopa de manteiga de amendoim
Sementes variadas (Utilizei de abóbora, sésamo e girassol)


Preparação:
Cortar o seitan em pequenas tiras e marinar, durante pelo menos 30 minutos, com o gengibre ralado, a curcuma, a pimenta preta e cobrir com molho de soja. Reservar.


Refogar a cebola em azeite. Quando estiver translúcida, juntar o seitan escorrido e saltear. Juntar os cogumelos partidos em tirinhas e cozinhar em lume brando.
Quando os cogumelos estiverem cozinhados, juntar a manteiga de amendoim, as sementes e, de seguida, as "natas" de arroz. Retificar temperos e deixar cozinhar mais 5 minutos até obter um molho cremoso.
Servir com um arroz simples (liga muito bem com arroz integral ou basmati).
Bom apetite!


*A curcuma liberta curcumina e a pimenta preta moída na hora liberta piperina. A junção destes dois ingredientes tem um enorme poder anti-cancerígeno. Por isso acabo por usar no tempero de quase todos os meus pratos.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Caril de Batata doce com Grão e Espinafres


Mais uma semana com produtos Vale da Marquesa. Vamos lá aproveitar o seu sabor máximo num prato bem aconchegante para estes dias frios!
Esta receita já a faço há algum tempo e na altura retirei inspiração de um blog (com as minhas adaptações) do qual já não recordo... Mas que tem feito as delícias de muita gente, ai isso tem! :)

1 cebola média picada
2 colheres de sopa de ghee (ou azeite)
2 colheres de sopa de caril
1 colher de sopa de garam masala
1 cm de gengibre ralado
1 ramo de coentros
Malagueta (opcional)
2 batatas doce cortadas em cubos
1 lata pequena de grão cozido
1 lata pequena de tomate em pedaços
1 lata de leite de coco
1 molho de espinafres
Água q.b.
Sal

Derreta o ghee numa panela e adicione a cebola. Quando esta estiver translúcida, adicionar o caril e o garam masala. Deixar cozinhar as especiarias (o perfume que liberta é algo de outro mundo!).
Juntar o gengibre, malagueta picada, o tomate e os pés dos coentros picados. cozinhar durante 5 minutos. Adicionar depois a batata doce e o grão, colocar água até à linha dos vegetais e cozinhar em lume brando. Temperar com sal.
Quando as batatas estiverem cozinhadas, juntar meia lata de leite de coco (ou a lata inteira se preferir um sabor mais adocicado) e os espinafres. Retire do lume após 5 minutos e sirva.
Pode optar por servir com pão naan para aproveitar o molho rico e saboroso ;)



quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Pão de Abóbora com tesouro de tâmaras e amêndoa

E para a estreia deste cantinho nada melhor que um pão. Aquele que não pode faltar à mesa (ai dos antigos que não tenham pão na mesa. Ficam doentes!!!)... Aquele que sacia... Aquele que conforta... Este é um pão mais rico, um pão de Outono que aquece com o calor das especiarias, bom para o pequeno-almoço ou para o lanche. Vamos provar... ;-)

Primeira Parte
1/2 chávena de água morna
1 + 1/3 chávenas de farinha 65
1 saqueta de fermento de padeiro
8gr de açúcar
Sal

Dissolver o fermento e o açúcar na água. Juntar a farinha, amassar e deixar levedar 30 minutos.



Segunda Parte
1 + 1/2 chávenas de puré de abóbora (cozido com uma estrela de anis)
1 colher de sopa de óleo
450gr de farinha 65
Canela em pó q.b.
Cravinho em pó q.b.

Juntar os ingredientes à mistura anterior e trabalhar a massa até a mistura ficar lisa. Deixar levedar mais 30 minutos.




Terceira Parte
1 chávena de tâmaras picadas
1/2 chávena de amêndoas laminadas
2 colheres de chá de açúcar mascavado
Canela em pó

Dividir a massa em duas ou três partes e esticar com o rolo.
Untar uma forma de bolo inglês e forrar o fundo com papel vegetal.
Colocar uma tira de massa e cobrir com tâmaras,amêndoa, açúcar e canela. Colocar a segunda tira de massa e deixar levedar mais 20 minutos.
Levar a forno pré aquecido a 200°C e cozer entre 20 a 30 minutos.

 


Um agradecimento especial à Quinta Vale da Marquesa onde todas as semanas adquiro o meu cabaz biológico que me permite desfrutar em pleno dos verdadeiros sabores da natureza! Não deixem de espreitar a página do Facebook e quiçá tornarem-se futuros clientes :)
Fica o link: https://www.facebook.com/ValedaMarquesa.bio/